[Rebirthing] Respiração Circular e Sistema de Crenças

Tudo o que vivemos se reflete na nossa respiração e por isso é muito freqüente dizermos e escutarmos coisas como “estou com o peito apertado”, “tenho me sentido sufocado”, “não tenho tido tempo nem para respirar”, “preciso tirar umas férias para experimentar outros ares”, “estou sem inspiração”, etc. Mesmo sem percebermos, falamos muito de respiração. Mas respiramos pouco e mal… Isso pode ser fácil e rapidamente mudado. Da mesma forma que as tensões da vida geram tensões na respiração, quando desenvolvemos consciência da nossa respiração e a tornamos relaxada e fácil, estamos produzindo um efeito em todos os campos da nossa vida. Os efeitos do Renascimento são profundamente terapêuticos e diariamente presenciamos curas de disfunções respiratórias, stress, ansiedade, fobias, pânico e diversos outros desequilíbrios. Mas o que é mais freqüente são os relatos de alívio, bem-estar, surgimento de compreensão, integração, aceitação, experiências prazerosas de contato com o próprio corpo e aprofundamento em estados meditativos.

 Origem

Tudo começou no Oriente, com os iogues e professores de meditação. Algumas das técnicas de respiração chegaram ao Ocidente e, nos anos 70, um americano estava tomando um banho quente quando começou a sentir que já era hora de sair (aquele amolecimento que sentimos após muito tempo no calor). Leonard Orr ficou curioso para saber o que aconteceria se ficasse por mais uma hora ainda. Ficou, e após alguns minutos sua respiração começou a se alterar e passou a ter a experiência de estar revivendo seu nascimento. Quando sua vivência terminou, estava se sentindo profundamente relaxado, tranqüilo, feliz e “renascido” – daí o nome Renascimento (Rebirthing). Por muito tempo se acreditou que os resultados obtidos com uma sessão de Renascimento se devessem à água e não à respiração e que seu propósito fosse o de reviver o nascimento e renascer. Hoje em dia, ainda que a água (tanto fria quanto quente) tenha influência no processo, a maioria das sessões são realizadas “a seco” e aqui no Instituto de Renascimento de São Paulo os resultados vão muito além de experiências ligadas ao nascimento.

Como é feito e a quem se destina 

Em uma sessão de Renascimento, inspiramos e expiramos pela mesma via (nariz ou boca), ligando a inspiração e a expiração, sem pausas – o que chamamos de Respiração Circular. Ajudamos a inspiração para que ela seja profunda e permitimos que a expiração seja solta e relaxada, sem interferências. É só isso que precisamos fazer, o resto acontece. Após alguns minutos começamos a experimentar diversas sensações físicas, tais como alterações de temperatura corporal, formigamentos, pequenos espasmos, tremores prazerosos, etc. Também começam a surgir memórias, emoções, sensação de estar fora do corpo ou de reviver algo específico. O importante no Renascimento é permitir que as coisas aconteçam e continuar respirando sem interferir, apenas acompanhando e observando seu corpo. Após cerca de 1h começamos a experimentar um profundo bem-estar, vitalidade e relaxamento. As sessões de Renascimento duram em média 1h15min, podem acontecer individualmente ou em grupo, na água ou “a seco”, em consultório ou na natureza. Os diferentes ambientes induzem diferentes estados de relaxamento e percepção corporal, emocional e mental. Essa técnica não tem contra-indicação e portanto se dirige a todos que queiram experimentar expansão, prazer e bem-estar, além de estados alterados de percepção. Numa sessão, a técnica é explicada e demonstrada por um Renascedor experiente, que também acompanha todo o processo.
Mais informações: www.renascimento.com.br

O Renascimento é uma terapia simples e centrada, que usa uma técnica particular de respiração circular delicada, porém muito profunda e eficaz.

Alguns benefícios

O Renascimento nos ajuda a ampliar a consciência do que está acontecendo em nossa vida e propicia a ampliação da capacidade do sentir, desenvolvendo o pensamento criativo.

Propicia integrar conteúdos da memória, liberar o stress armazenado, a dor e o trauma emocional em vários estágios. Os resultados são muito intensos porque este processo trabalha diretamente no núcleo destas questões, consciente ou inconscientemente.