[Psicoterapia]

Costumo dizer aos meus clientes que precisamos cooperar conosco para ter uma vida mais saudável! A busca pelo autoconhecimento é uma gentileza que fazemos a nós! E autoconhecimento para mim é auto observação basicamente!  Quando ingressamos nessa Jornada estamos em busca de um fio que recupere o sentido e a motivação de estarmos vivos, mesmo que você não saiba disso!

“Sou mais feliz quando sou mais eu” – e longe isso se chamar egoísmo! Sendo mais eu serei mais nós! Ao longo da nossa vida, fomos nos construindo através de crenças, sentimentos e emoções que sofreram forte influência do ambiente que nascemos. As nossas primeiras relações com pai, mãe e cuidadores estruturam muito da nossa personalidade e é por isso que chega um momento da vida que percebemos que precisamos ir em direção a nós mesmos, recuperar o que é nosso, seja nossa Voz, nossa expressão no mundo mais autêntica. Falamos e pensamos coisas que não são nossas, já pensou nisso? E aí? Se você se auto observar vai perceber que ainda opera através automatismos, programas instalados que há muito tempo já expiraram. E eu te digo: é preciso atualizar seu sistema, formatá-lo através de novos programas, para não repetir padrões de comportamento que limitam sua ação e auto realização. É só o trabalho sobre o si mesmo que nos liberta desta armadilha!

O método terapêutico proposto tem como função básica abrir espaço para que você encontre meios harmônicos e criativos para gerenciar sua vida. Ampliar a visão de alguma situação ou conflito e colocá-lo em perspectiva. Conhecer o eu observador que te habita para que você não se deixe enganar por auto ilusões ou projeções. Dar voz para seu Eu autêntico.

O processo acontece através de práticas verbais, imaginativas e corporais. Elas dão suporte na conscientização, reconhecimento e integração dos diversos aspectos e personagens que habitam seu reino interior. Isto ajuda no encontro das formas equilibradas de expressão, no fortalecimento da individualidade e no desenvolvimento dos próprios objetivos.